Feeds:
Posts
Comentários

##Excerto

Por quê esse nervosismo? Você já fez isso inúmeras vezes. Tá, não tantas quanto gostaria, mas não é nenhuma novidade. Aliás, essa sensação é bem recorrente, né? Essa insegurança, a necessidade de se agarrar em uma esperança mas sem criar a coragem necessária de realizar o ato. Esse medo todo de ter seu desejo realizado, ou não.

Se o problema fosse apenas covardia, era uma coisa. Mas com certeza isso vai além. Parece que o que mais te anima não é o desejo realizado, mas sim ter um desejo. A realização dele fecha um ciclo. E depois? O que acontece depois que você alcança seu objetivo? São novos desafios, novos problemas e dúvidas. E você já estava habituado com a sua caça ao tesouro. Agora teria que procurar outro objetivo, outro tesouro perdido.

A vontade de buscar é maior que a vontade de ser recompensado. Ou é isso que você acha. Não sei, mas acho que você quer pensar assim para não se decepcionar. Veja bem, quando a gente não se interessa por alguma coisa, perdê-la não causa maiores problemas. E qual a melhor maneira de não se interessar por alguma coisa? Não a alcançando. Se você apenas busca, sem realmente alcançar nada, você não se decepciona de nenhuma maneira. O trabalho duro da tentativa está lá, você precisa apenas se esforçar o suficiente para não obter resultados. Estranho isso, contraditório eu diria até. Se você obtém o resultado almejado há tanto tempo, das duas uma, ou você se decepciona ou você fracassa. Não tem copo meio cheio. Ambas as opções são vazias.

E aí aquele “apenas covardia” que eu te falei antes agora cresce diretamente proporcional à sua vontade de me espancar (mas espere… fazendo isso você só estaria comprovando a minha teoria e me dando a vitória, e eu sei que você não quer que eu leve a melhor, né? =P )

Não existe muita coisa que eu possa fazer para te ajudar agora. Tudo vai depender de você. Enfrente o medo da única maneira possível. Deseje alguma coisa e vá atrás. Mas vá atrás e consiga. Ou fracasse. Não tenha medo de fracassar. O fracasso também é uma conquista valiosa. É aí que você aprende alguma coisa. É aí que você vai crescer.

E tem que ser algo que você deseje de verdade. Que seu orgulho e sua honra dependam disso. Que seja sua razão de existir. Sua aspiração. Sua virtude. Vai doer no final? Para caralho. Mas quanto maior a dor, maior o crescimento. E isso ninguém vai poder tirar de você nunca mais.

- É que nem uma cicatriz?

- É… que nem uma cicatriz…. (puta merda…)

- Da hora.

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.